NOTÍCIAS

 

Hoje - segunda - feira ,27de junho de 2016

Bolsa Família tem 11 mil beneficiários sob suspeita no RS

Governo federal analisa cadastros e constata que Estado é o quinto em número de benefícios com indícios de irregularidades

Foto: Divulgação /Divulgação

O Rio Grande do Sul é o quinto Estado em número de pagamentos sob suspeita do Bolsa Família, atrás de outros quatro do Nordeste. Verificação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) apura eventuais irregularidades no cadastro de 11 mil beneficiários em território gaúcho. Há indícios de que estejam recebendo o auxílio pessoas que já morreram, servidores públicos, doadores de campanhas eleitorais e empresários. As informações são de Zero Hora.

A ação do MDS foi provocada por investigação do Ministério Público Federal (MPF) que havia encontrado inconsistências em 73 mil cadastros no Rio Grande do Sul. Foi feita rechecagem de todo o registro no Estado. Nessa atualização, os casos sob suspeita diminuíram bruscamente. Mais de 14 mil não constavam nos dados do MDS e outros 30,5 mil nem sequer recebiam mais o Bolsa Família.

Essa discrepância ocorreu porque o MPF concentrou sua apuração nos pagamentos feitos em 2013 e 2014, enquanto o MDS verificou a situação atual de todos os beneficiários supostamente ilegais. Nesse espaço de dois anos, a maior parte das irregularidades havia sido sanada.

 

Dos 28 mil casos que restaram, 7.736 já estavam com a documentação regular e 9.895 passaram incólumes por todas as etapas de controle. Os demais 11.029 estão sendo submetidos a uma revisão cadastral, com a análise de documentos e cruzamento de dados.

No final do mês passado, o MPF divulgou que havia detectado indícios de fraudes que poderiam chegar a R$ 2,5 bilhões no Bolsa Família em todo o país. Com a nova verificação do MDS, a cifra deverá cair bastante. Entre os beneficiários sob suspeita, a queda foi de 1,1 milhão identificados pelos procuradores para 186,3 mil sob análise no governo federal.

A investigação do Ministério Público se deu a partir do desenvolvimento de uma ferramenta criada pela própria instituição. O mecanismo faz cruzamento de informações a partir de bases públicas, como registros do Tribunal Superior Eleitoral, da Receita Federal, dos tribunais de contas e do próprio cadastro do programa de transferência de renda.

O MPF e a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania não divulgam os nomes dos titulares sob averiguação, nem em quais cidades os beneficiários suspeitos residem. Em ofício encaminhado ao MDS em 23 de maio, a procuradora da República Renata Ribeiro Batista havia estipulado prazo de 30 dias para que o governo federal apresentasse um cronograma de ações com as providências que serão adotadas. Desde então, Renata já se reuniu com o ministro Osmar Terra (veja entrevista ao lado) para discutir ações conjuntas de combate a fraudes.

ZERO HORA

Câmara recua e remarca votações em semana de festas juninas

Decisão representa um recuo em relação que havia sido anunciado, de que as votações voltariam a acontecer somente após as festas juninas

Foto: Gustavo Lima /Agência Brasil

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, decidiu retomar as votações marcadas para esta semana. Conforme informações do portal G1, a decisão representa um recuo em relação que havia sido anunciado, de que as votações voltariam a acontecer somente a partir de cinco de julho, por conta das festas juninas. 

Maranhão admite que houve uma pressão de deputados para a retomada das votações nesta semana por conta da repercussão negativa de que a Casa ficaria mais de 10 dias sem sessões no mês de junho. Na semana passada, apenas uma matéria foi votada: a medida provisória que libera o controle estrangeiro de empresas aéreas brasileiras foi aprovada na terça-feira (21).

 INFORMAÇÕES DO G1

Internacional é surpreendido e perde para o Botafogo no Beira-Rio

Colorado fez jogo emocionante no Beira-Rio, mas acabou derrotado

O Internacional foi surpreendido pelo Botafogo dentro do Beira-Rio e perdeu por 3 a 2, deixando escapar a chance de ser líder nesta rodada. Desde os primeiro momentos, o fraco time carioca, que até então não tinha marcado muitos gols, já mostrava serviço e que daria trabalho ao time de Argel Fucks na tarde deste domingo (26).

Logo aos 7 minutos de jogo, Geferson falhou na marcação e foi facilmente vencido por Luis Ricardo, que cruzou na medida para Fernandes receber livre e chutar cruzado para abrir o placar.   

 

Um pouco perdido após o gol sofrido, o Inter acabou por levar o segundo golpe com 15 minutos de jogo. O Botafogo armou um rápido contra-ataque com Camilo, que acionou Neilton para o chute cruzado sem nenhuma possibilidade de defesa do goleiro colorado. 2 a 0. 

 

A equipe da casa chegou a armar boas chances de gols, mas não obteve sucesso na primeira etapa e ainda ficou sem Fabinho, expulso aos 42 minutos. O meia acabou levando cartão vermelho direto após falta em Neilton. 

No começo da segunda, Argel tirou Andrigo para colocar Marquinhos e promoveu a entrada de Alex no meio para saída de Geferson. Aos 12 minutos, realizou a última alteração da equipe com Bruno baio entrando no lugar de Gustavo Ferrareis.  

Eduardo Sasha abriu a porta das emoções coloradas e descontou aos 25 minutos. Marquinhos achou o atacante sem marcação na área, que chutou para fazer o gol do Inter. 2 a 1.  

 

Pouco mais de 1 minuto após a reação colorada, Camilo acertou chute colocado no canto esquerdo do goleiro Jacsson e fez 3 a 1 para o Botafogo.  

 

Com 28 minutos da etapa final, o zagueiro Ernando aumentou a emoção dos torcedores. Aproveitando cobrança de escanteio de Alex e cabeceou no ângulo para fazer 3 a 2. 

 

Os minutos finais de jogo foram me mais emoção ainda. Em um escanteio aos 42 minutos, até o goleiro Jacsson foi para a grande área, mas não obteve sucesso. O time carioca conquistou a vitória no Beira-Rio e atrapalhou os planos do Inter de ficar na liderança do Brasileirão.

O colorado ficou com 20 pontos na segunda posição da tabela e enfrenta o Flamengo na próxima rodada, às 19h30, de quarta-feira (29).

Grêmio perde por 2 a 0 para o Atlético Paranaense e deixa o G4

Gols do Furacão foram marcados por Hernani e André Lima

Furacão venceu o Grêmio por 2 a 0 neste domingo

Foto: Gustavo Oliveira

Grêmio foi derrotado pelo Atlético Paranaense por 2 a 0 na tarde deste domingo (26). Os gols da partida, disputada na Arena da Baixada, em Curitiba, foram marcados no segundo tempo. Hernani abriu o placar aos oito minutos da etapa complementar, eAndré Lima, cinco minutos depois, deu números finais à partida.

Leia todas as notícias sobre o Grêmio

Com o tropeço, o segundo consecutivo, a equipe gaúcha estaciona nos 18 pontos e ocupa a quinta colocação. Os paranaenses somam 17 e estão no sétimo lugar.

Na próxima quarta-feira, os comandados de Roger encaram o Santos na Arena. No mesmo dia, a equipe treinada por Paulo Autuori enfrenta o rival Coritiba no Couto Pereira.

PRIMEIRO TEMPO

Os donos da casa tomaram a iniciativa no jogo e monopolizaram as ações ofensivas na etapa inicial. Aos 10 minutos, Nikão disparou da entrada da área, e Marcelo Grohe fez a defesa. Vinícius, aos 19, bateu de canhota e exigiu nova intervenção do goleiro gremista.

Cinco minutos depois, o Furacão estufou as redes com Pablo, mas o árbitro anulou o gol, pois o atacante rubro-negro estava em posição irregular. Aos 33, Vinicius tentou novamente, colocado, e o arqueiro tricolor defendeu.

A partir dos minutos finais do primeiro tempo, o Atlético Paranaense empilhou oportunidades. Primeiro com Hernani na bola parada. Em cobrança de falta no bico da área, aos 37, o volante obrigou Grohe a espalmar para não se complicar. Dois minutos depois, foi a vez de Nikão. Ele pegou rebote e emendou um voleio, e o goleiro do Grêmio caiu e segurou novamente.

Aos 41 minutos, na chance mais clara da primeira metade do confronto, Thyere deu bobeira e Pablo ficou com a bola. O atacante chutou cruzado, e Grohe com as pontas dos dedos mandou a bola para escanteio. No último lance de perigo, Pablo completou cruzamento de primeira, sobre a meta gremista.

SEGUNDO TEMPO

A etapa complementar repetiu o que o torcedor presente na Arena da Baixada viu no primeiro tempo: Furacão atacando e Grêmio se defendendo. Logo no minuto inicial, Vinicius pegou sobra após Grohe afastar parcialmente e concluiu sem perigo. André Lima, aos cinco, subiu mais alto que a defesa tricolor e testou firme. O goleiro gremista se esticou todo e buscou a bola no cantinho. No minuto seguinte, foi Vinícius quem finalizou e exigiu a intervenção do camisa 1.

A insistência do time da capital paranaense se transformou em bola na rede aos oito minutos. Hernani soltou a bomba da entrada da área no canto esquerdo e abriu o placar na Arena da Baixada.

 

Diante do gol sofrido, o técnico Roger promoveu substituições na equipe: primeiro colocou Lincoln no lugar de Bobô, depois tirou o volante Walace para o ingresso de Léo Tilica em campo. No entanto, foi o time de Autuori que seguiu ditando as ações. Aos 17, Léo cruzou na área, a zaga gremista não afastou e André Lima experimentou de primeira. A bola saiu ao lado do gol.

Cinco minutos mais tarde, André Lima ampliou a vantagem dos anfitriões. O atacante ex-Grêmio soltou um canhotaço e marcou o segundo gol rubro-negro. A bola chegou a tocar na trave antes de morrer no fundo das redes.

 

Aos 27, Pablo finalizou de dentro da área e Grohe voou para fazer a defesa. Thiago Heleno, aos 30, arriscou, e a bola saiu sobre o gol. Aos 46, Edilson tentou em cobrança de falta, mas pegou mal na bola. No minuto seguinte, Ramiro foi expulso por entrada violenta em Walter.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR 2x0 Grêmio

Local: Arena da Baixada (PR)

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Atlético-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Vinícius, Pablo (Marcos Guilherme) e Nikão (Marcão); André Lima (Walter). Técnico: Paulo Autuori

Grêmio: Marcelo Grohe, Edílson, Rafael Thyere, Fred e Marcelo Oliviera; Walace, Ramiro, Giuliano, Luan e Everton (Jailson); Bobô (Lincoln). Técnico: Roger Machado

Gols: Hernani, aos 8 minutos do primeiro tempo e André Lima, aos 22 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Hernani (CAP)

Cartões vermelhos: Ramiro (GRE)

GAÚCHA

 

Fonte: nacional

Postada em: 27/06/2016

 

 

Comentários

 

PEDIDOS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

1

COMO CHOREI (EDUARDO COSTA )
LEONARDO

2

CHUVA DE ARROZ
LUAM SANTANA

3

HOMEM NÃO CHORA
GUILHERME E SANTIAGO

4

Sapequinha
EDUARDO COSTA

5

Maus Bocados
CRISTIANO ARAUJO

6

Se você voltar (Part César Menotti Fabiano)
BRUNA VIOLA

7

AGORA
BRUNO E MARRONEY

8

RÉU APAIXONADO
TEODORO E SAMPAIO

9

HOJE EU TÔ TERRIVEL
CRISTIANO ARAUJO

10

MUDANDO DE ASSUNTO
HENRIQUE E JULIANO

 

 

PARCEIROS

 

Rádio São Marcos FM.